Nos últimos anos, construir relacionamentos com integradores de TI confiáveis tornou-se de vital importância. A empresa de integração certa pode ajudar a garantir que a tecnologia que você implanta – e a rede que a suporta – fará coisas como melhorar a produtividade e a eficiência, aumentar a segurança, facilitar o gerenciamento predial e fornecer dados acionáveis.

Mas se você nunca trabalhou com um integrador de soluções de Tecnologia da Informação, ou se já faz vários anos (ou décadas), como encontrar o caminho certo para que a contratação seja bem sucedida?

Reunimos uma pequena lista de perguntas simples (às vezes óbvias), mas que podem ser uma mão na roda para que você crie um ranking das empresas disponíveis no mercado, e restrinja a negociação apenas aos integradores que têm condições de oferecer serviços de qualidade, alinhadas aos propósitos de negócio da sua empresa.

6 perguntas para fazer a um integrador de TI antes da contratação

1. Em quais tecnologias vocês são certificados?

Quem melhor para instalar sua infraestrutura de tecnologia do que integradores treinados e certificados que saibam como instalar de maneira correta e eficiente produtos de cabeamento e conectividade para obter resultados duradouros e de alto desempenho?

Um integrador que recebe treinamento do fabricante sobre padrões de projeto e práticas recomendadas, domina a instalação dos equipamentos minimizando erros. A instalação correta evita o surgimento de problemas técnicos elevando os níveis de confiabilidade do sistema.

Questione a empresa quais os parceiros e fabricantes podem apoiá-la no desenvolvimento do projeto. O ideal é que o integrador de TI seja certificado na tecnologia oferecida para você e mantenha comunicação direta com o fabricante.

2. Quais normas irão balizar o projeto?

As normas são ferramentas importantes para garantir a uniformização dos requisitos e a adoção das melhores práticas de mercado. Não deixe de questionar ao integrador quais as normas aplicáveis a solução em questão.

3. Que tipos de garantias vocês oferecem?

Especialmente quando o integrador é certificado, sua empresa pode ter acesso a garantias impressionantes que não podem ser encontradas em outro lugar ou que não são oferecidas diretamente pelo fabricante.

A melhor forma de ter segurança que a solução, uma vez instalada se manterá atualizada e funcionando corretamente é obter uma garantia.

Alguns fabricantes oferecem por meio do integrador garantias estendidas de até 25 anos para que você não tenha dor de cabeça, mesmo depois da entrega do projeto.

4. Os produtos especificados foram projetados para trabalhar juntos?

Em vez de usar soluções de cabeamento e conectividade de vários fabricantes o integrador deve seguir o padrão de um único fornecedor para a solução escolhida, isso minimiza possíveis problemas e garante consistência e padronização.

Uma solução ponta a ponta reúne todos os componentes e peças necessárias para o correto funcionamento. Por exemplo, uma solução de cabeamento estruturado Cat 6 deve ser composta por cabos, patch panels, voice panels, conectores e tomadas da mesma marca e categoria.

5. Quais são os cases e referências de vocês?

É hora de acionar sua rede de contatos. Pergunte em seu círculo profissional se alguém trabalhou com o integrador que você está considerando – e peça ao integrador uma lista de referências às quais você possa ligar por conta própria. (A lista deve incluir organizações com projetos semelhantes ao seu em tamanho e escopo.)

6. A solução proposta nos atenderá no futuro?

Dado o ritmo das mudanças tecnológicas, o integrador deve sugerir soluções que possam dar suporte não apenas às necessidades de hoje, mas também às necessidades futuras.

A empresa contratada tem que acompanhar as inovações tecnológicas, e tendências do setor, para que possam fazer sugestões ou oferecer alternativas que talvez você não consiga visualizar sozinho.

Certifique-se também que eles tenham condições de avaliar as potencialidades e fraquezas da solução para o seu negócio, além de provar o valor e retorno do investimento.

Faça um ranking e escolha o integrador de TI que seja capaz de estabelecer uma parceria baseada em relacionamento à longo prazo. Isso é muito importante pois é a segurança que você não vai ficar sozinho no momento que mais precisar, mesmo após a entrega do projeto.

Este conteúdo é uma adaptação do artigo de Eric Phillips disponível no site da Belden

Quer saber mais? Baixe o nosso e-book: